Fotografias e imagens de viagens
História de Veneza em Itália
Fotografias em Italia

Veneza foi fundada em 452 d. C. por habitantes de Aquileia, Pádua e de outras cidades do Norte da Itália que aqui se refugiaram das tribos germânicas que invadiram a Itália no século V. Aqui estabeleceram o seu governo, liderado por 12 tribunos representantes das ilhas. Apesar de fazerem parte do Império Romano Oriental tinham uma certa autonomia. Em 697 foi organizada a República, chefiada por um doge. Problemas internos dividiram a República e só foram sanados com a união que se formou para combater os invasores. Os Sarracenos foram expulsos em 836 e os Húngaros em 900. Em 991 Veneza assinou um acordo com os muçulmanos, iniciando um proveitoso comércio com a Ásia que fez de Veneza o maior centro comercial com o Oriente e, consequentemente, um dos maiores e mais ricos da época.

História da cidade de Veneza

A República beneficiou também com a partilha do Império Bizantino em 1204, tornando-se a força política dominante da Europa de então. No final do século XIII a República transformara-se numa oligarquia, e nos séculos XIII e XIV envolveu-se em guerras com Génova, o seu principal rival a nível comercial. A sua supremacia foi afirmada no conflito de 1378-1381. Estas guerras, contudo, impediram-na de conquistar territórios vizinhos. De qualquer modo, no final do século XV a cidade-estado era a mais forte potência marítima do mundo.

As invasões turcas, iniciadas em meados do século XV, foram um dos factores decisivos para que entrasse em declínio. Veneza via-se confrontada com ataques externos e de outros estados italianos, e com a perda de poder económico na sequência da descoberta da via marítima para as Índias através do cabo da Boa Esperança (pelo navegador português Vasco da Gama entre 1497-1498).

Em 1508, o Sacro Império Romano-Germânico, o Papa e a Espanha conjugaram esforços contra Veneza na Liga de Cambrai, e dividiram o território entre si. Veneza retomou os seus domínios italianos através de negociações. No entanto, nunca mais conseguiu retomar a sua pujança política, embora continuasse a ser um ponto de referência no panorama internacional.
Nos últimos anos do século XVIII (1797), a República foi conquistada pelos franceses, liderados por Napoleão Bonaparte, que a entregou à Áustria. Esta dominação continuou até 1805 quando a Áustria foi obrigada a entregar Veneza ao reino de Itália, controlado pelos franceses. Contudo, em 1814 a cidade voltou a integrar os domínios austríacos.
Em 1815 Veneza uniu-se à Lombardia, para formar o efémero reino Lombardo-Veneziano.
Os venezianos, sob o comando do estadista Daniele Manin, revoltaram-se contra o domínio dos austríacos, em 1848, fundando uma nova República. Em 1849 a Áustria restaurou o seu poder. Mais tarde, em 1866, depois da Guerra das Sete

História de Veneza em Itália

Veneza . Imagem Buchot

Semanas, Veneza passou a integrar o renovado reino de Itália.
Veneza. In Infopédia [Em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2008. [Consult. 2008-08-24].
Disponível na www: <URL: http://www.infopedia.pt/$veneza>.

Pesquisa personalizada